O ksar de Ait Benhaddou é um dos mais belos dos muitos que existem em Marrocos.

Um ksar é uma aldeia fortificada que servia de proteção para uma comunidade. É um grupo de edifícios de adobe (argila, estrume e palha) rodeado por altas muralhas defensivas. O de Ait Benhaddou encontra-se numa colina de arenito no caminho entre Marrakesh e Ouarzazate, a porta do deserto. Serviu de cenário de filmes como o Lawrence da Arábia, o Príncipe da Pérsia ou o Gladiador.

Na margem do ksar passa um rio que em algumas alturas do ano não pode ser transposto a pé. Quando o rio tem água, apenas pode ser atravessado recorrendo a uma ponte ou a um camelo.

Há muitos anos atrás, o ksar encontrava-se na rota das caravanas entre o deserto do Saara e Marrakesh. Esta rota era utilizada por mercadores berberes e tuaregs que transportavam mercadorias entre o Sudão e a cidade de Marrakesh.

Não é muito clara a história da fundação do ksar. Uma lenda relata que a rainha cristã de nome Kaehna, terá mandado construir o ksar para combater a invasão muçulmana daquela zona.

Mas o que se julga mais provável é ter sido fundado por um mercador de nome Aissa que construiu o ksar para proteger as suas caravanas. Nessa altura a fortaleza tinha o nome de Ait Aissa, que significa tribo de Aissa.

Esse mercador pertencia ao clã dos Ben Haddou e por isso, alguns anos mais tarde, já no século XVII, o ksar passou a ter o nome de Ait Benhaddou.

Atualmente no interior do ksar existe uma mesquita, um terraço para secagem de grãos, 2 cemitérios, várias lojas, um museu sobre a história do local e meia dúzia de casas ocupadas. A maioria vive na povoação moderna, no lado oposto do rio.

Este local foi declarado Património Mundial desde 1987. É muitissimo interessante visitar este cenário encantador. Recomendo.

Pin It on Pinterest

Share This