Sigtuna é uma pitoresca cidade da época viking que se localiza na região metropolitana de Estocolmo, não muito longe do aeroporto internacional. Encontra-se junto às águas do lago Malaren, que já foi uma importante via de comunicação marítima da Suécia com outros países.

Lago Malaren

Casa perto do lago

De acordo com o que diz a lenda, Sigtuna é a 1ª cidade de toda a Suécia. Aqui podemos encontrar igrejas medievais, ruínas, castelos e runas da época viking (pedras que servem de homenagem aos mortos). Numa visita à cidade de Estocolmo recomendo mesmo ir também aqui. É fantástico andar na rua principal de Sigtuna tal como já outros o fizeram há 1000 atrás… Parece que fomos transportados para outra altura.

Fundação de Sigtuna

No longínquo ano de 970, o 1º rei da Suécia, Erik o Vitorioso, decidiu construir uma cidade a partir do zero. Ele pretendia criar um reino semelhante aos que já existiam no resto da Europa.

Erik foi bastante hábil na construção da cidade. Através de doações de terrenos, soube manter comerciantes e proprietários como aliados.

As ruas foram construídas com as dimensões típicas da época viking, tal como muitas outras na escandinávia. Uma outra característica interessante é o facto de Sigtuna ter crescido em torno de uma rua principal, Stora Gatan. Acredita-se que este acto se deve ao acesso à água. Esta rua é a mais antiga de toda a Suécia.

Ainda hoje o centro é aproximadamente do mesmo tamanho e formato que era quando foi fundado, o que é absolutamente único no país. Uma outra particularidade é que na área de Sigtuna é que se localiza o maior número de pedras rúnicas do país (cerca de 170).

Cunhagem de moedas

Ao rei Erik sucedeu o seu filho, Olof Skötkonung, que foi o 1º rei cristão da Suécia que assim se manteve até à sua morte. Quando Olof assumiu o poder Sigtuna encontrava-se ainda no início do seu desenvolvimento. Ele pretendia construir um reino grandioso.

Tal como os restantes reis cristãos ele teve a iniciativa de cunhar moedas. E foi assim que foi foram cunhadas as primeiras moedas na Suécia, tendo a 1ª sido no ano de 995.

Igrejas cristãs

A construção da Igreja de Santo Olaf começou no início do século XII. Calcula-se que esta seja a igreja de pedra mais antiga da Suécia. A sua arquitetura é muito interessante, uma vez que a zona do coro é maior em largura e comprimento, do que a nave. Ao lado de um dos muros da igreja existem ruínas de uma casa que ainda hoje podem ser visitadas.

Igreja de Santo Olaf

Um pouco mais tarde, por volta de 1250, foi construída a 1ª igreja de tijolo por iniciativa dos frades dominicanos. É a Mariakyrkan e desde o século XVI é a igreja paroquial de Sigtuna.

Mariakyrkan

Praça principal

A praça principal foi criada no século XVII e era local de passagem de cavalos e carruagens e mais tarde de veículos. Atualmente, com o enorme aumento de circulação de carros é uma zona pedonal.

No final de cada mês de agosto esta praça é local de uma feira, a Sigtune Möte. Este evento é inspirado em 1912 e por isso os comerciantes estão vestidos à época. Deve ser uma boa altura para visitar Sigtuna.

Câmara municipal

Rådhus

Em 1744 foi construída a câmara municipal, que é a mais pequena de toda a região da Escandinávia. O edifício foi desenhado pelo próprio mayor.

Pin It on Pinterest

Share This