A ponte mais famosa de Praga

A ponte mais famosa de Praga

Praga é a capital da República Checa e na minha opinião, uma das mais belas cidades da Europa. Visitei há poucos dias e adorei. O centro histórico é lindo, com edifícios excepcionais, um castelo imponente e uma ponte que é uma das mais famosas do mundo. Todo o centro histórico é Património da UNESCO desde 1992.

O castelo

O centro da cidade de Praga é atravessado pelo mais extenso rio do país, o rio Vltava. Tem 435 km, nasce na região da Boémia e desagua a alguns quilómetros a norte da capital checa. O rio divide Praga em duas margens:

  • De um lado Malá Strana (cidade pequena) e Hradcany – É na cidade pequena que se localiza o Castelo;
  • Na outra margem Staré Mesto (cidade velha), Nové Mesto (cidade nova), Josefov (bairro judeu) e Vysehrad.

Nesta cidade existem mais de 300 pontes… no rio Vltava e em outros cursos de água que por lá existem. Por isso é que é chamada de cidade das 100 torres e também das 100 pontes.

A mais conhecidade de todas é a ponte Carlos. É a mais antiga e durante 450 anos foi a única ligação às duas margens do rio Vltava.

Quem mandou construir a ponte?

O Imperador Carlos IV ordenou que fosse construída uma ponte em Praga no ano de 1357 (foi concluída em 1402). Era necessário substituir a antiga ponte Judith que tinha sido destruída pelas inundações de 1342. O Imperador atribuiu a tarefa de desenho e construção da ponte ao arquiteto Petr Parleř, mas só após a sua morte é que foi concluída.

Diz a lenda que Carlos IV consultou astrólogos para conhecer qual o dia mais favorável ao início da obra. A 1ª pedra foi colocada pelo próprio Imperador no exato momento em que os astrólogos recomendaram. Foi na madrugada (5h31) do dia 9 de julho de 1357.

Diz-se também que na altura em que foi construída foram utilizados ovos, vinho e leite para garantir que durasse muitos anos… o que é um facto é que ela já tem quase 660 anos!

Incialmente era designada por Ponte de Pedra e só em 1870 é que recebeu o nome de Carlos, como homenagem a este soberano.

Como é a ponte e o que podemos ver?

A ponte Carlos tem 515,76 metros de comprimento e 9,5 metros de largura. É uma construção de arenito que tem 16 arcos.

Os arcos

Eu diria que em 1º lugar o mais importante na ponte Carlos é a vista que temos do Castelo, do rio e de toda a sua dinâmica. Muito provavelmente vai atravessar partindo da zona antiga e por isso terá este lindíssimo monumento mesmo à sua frente. É um complexo magnífico localizado no topo de uma colina. Muito interessante também é observar o rio, ambas as margens e todos os barcos que percorrem o Vltava.

Em 2º lugar é a própria ponte. Tem 3 torres (uma numa das suas extremidade e 2 na outra) e 30 estátuas de importantes santos ao longo de toda a sua extensão.

Em 3º lugar toda a animação dos inevitáveis artistas de rua e pequenos comerciantes. Não aconselho comprar porque aqui é tudo muito mais caro, mas sem dúvida que vale a pena ver e fazer parte de tudo isto.

Artistas de rua

O trânsito é proibido na ponte desde 1965 por isso pode percorrer toda esta maravilha completamente à vontade.

As torres

As torres que se encontram nas extremidades da ponte Carlos são consideradas por muitos, como as construções góticas mais bonitas do mundo. No lado da cidade velha existe uma e na sua proximidade a estátua do Imperador Carlos IV que deu nome à ponte. Esta torre foi construída na mesma época da ponte e possui esculturas belíssimas, também da responsabilidade do arquiteto Petr Parleř.

Muito provavelmente a sua travessia vai ser iniciada exatamente aqui. Prepare-se que é o início de uma viagem no tempo. Depois de meio kilómetro de ponte, já do lado do castelo existem 2 torres com alturas diferentes. A mais pequena é a mais antiga e pertencia à antiga ponte Judith. A torre mais alta é mais recente, do século XV, assim como o pórtico entre ambas as torres.

Torre do lado da cidade velha

Torres do lado do castelo

As estátuas e grupos escultóricos

As 30 estátuas e grupos escultóricos que se encontram na ponte foram colocadas entre 1683 e 1928, muito anos após a sua construção. É uma mistura de estilos muito interessante, uma vez que a ponte é ainda medieval e as estátuas barrocas. Elas foram doadas por juízes e nobres que pertenciam ao movimento da Contra-Reforma.

O que vemos hoje na ponte são réplicas, se quiser ver as originais terá de visitar o Museu Nacional de Praga.

As estátuas representam na sua grande maioria santos, sendo eles nomeadamente S. Ivo; Santa Barbara, Margarida e Elisabete;  – as virgens sagradas; Pieta; S.Sigismundo, Santa Lutgarda, S. Alberto ou a muito conhecida estátua e homenagem a S. João Nepomuceno. Esta é a estátua mais antiga da ponte.

Diz a lenda que este santo era um padre confessor da rainha e que quando negou dizer ao rei o que a rainha lhe contava em confissão, foi morto e o seu corpo mandado ao rio.

Dedicado a este santo existe uma estátua e uma homenagem talhada em ferro. Em ambos os monumentos é possível verificar a existência de 5 estrelas na cabeça, que se diz terem sido vistas com o seu corpo no rio…

Uma outra escultura que se encontra na ponte é o Calvário, que ao longo dos anos foi sofrendo várias modificações. Neste local eram executadas as penas de morte.

Esta ponte e a sua envolvência é verdadeiramente extraordinária.

O Grande Canal e a Ponte de Rialto

O Grande Canal e a Ponte de Rialto

O Grande Canal é o maior e mais importante canal de Veneza.

Atravessa a maior parte da cidade, fazendo uma dupla curva, indo desde a estação de comboios até à proximidade da Praça de São Marcos. É a principal via de circulação da cidade, existindo sempre vaporettos a circular. Tem cerca de 4 km de extensão, entre 30 e 70 metros de largura e uma profundidade média de 5 metros.

Quem for a Veneza tem mesmo de passar neste canal, de vaporetto e/ou de gôndola. De ambos os lados das margens existem belissimos palácios construídos ao longo de vários anos. Aqui encontramos vários hóteis, igrejas, palácios, o casino e ainda museus e galerias. É um passeio na história desta magnífica cidade. (mais…)

A ponte dos suspiros de Veneza

A ponte dos suspiros de Veneza

A Ponte dos Suspiros é conhecida em todo o mundo.

Rapidamente se associa o nome desta ponte a uma bela história romântica. De facto a lenda conta que os apaixonados que passarem por baixo da ponte ficarão enamorados para sempre…

E porque não, quando for a Veneza, passar de gôndola com o seu amor, por baixo da Ponte dos Suspiros? Viver todas estas histórias faz parte de experienciar o romantismo da cidade.

Mas na realidade a história do nome é outra. (mais…)

Pin It on Pinterest